Conhecendo a vontade de Deus

Rm 12:1 e 2

 

Deus tem um plano para cada pessoa, como podemos ver na história de tantos personagens da Bíblia que foram chamados para cumprir uma missão específica.

Conhecer a vontade particular de Deus para cada cristão depende de um exercício muito grande de fé, de um estreito relacionamento com o Espírito Santo e de uma vida inteira de consagração ao Senhor. Isto porque, a multiforme sabedoria de Deus estabeleceu dons, ministérios e talentos espirituais, que Ele distribui conforme o Seu propósito e a capacidade de cada um, 1 Co 12:1-11; Ef 4:7-12.

Todavia, existe a vontade universal de Deus, aquela que Ele deseja que todos os crentes desempenhem em sua jornada pela terra, sem a existência da qual dificilmente Ele manifestará a vontade particular para cada um dos Seus filhos. Ela se resume em quatro itens:

 

1. DEUS QUER QUE TODOS OS HOMENS SEJAM SALVOS E CHEGUEM AO PLENO CONHECIMENTO DA VERDADE – 1 Tm 2:1-4.

Assim, todo esforço empreendido pelo cristão, de muitas maneiras, para salvar o perdido pecador, leva-o a cumprir a principal vontade de Deus, que é salvar o homem. Para isto Cristo morreu, ressuscitou e vive entre nós. 

 

2. É VONTADE DE DEUS QUE TODOS OS SALVOS SEJAM SANTOS – 1 Ts 4:3-8.

Quando o cristão convertido deixa o pecado e se consagra para Deus, ele torna-se amigo de Deus e um verdadeiro adorador, Tg 4:1-5; Jo 4:23;24. Isto envolve a dedicação ao conhecimento da Palavra de Deus, a oração, o jejum e a comunhão da Igreja. A santidade o predispõe a aceitar a vontade particular de Deus para sua vida. 

 

3. É VONTADE DE DEUS QUE TODOS OS SANTOS SEJAM PERSEVERANTES – 1 Pe 2:19-25; 3:9.

O sofrimento é parte da vocação cristã, com o sublime propósito de      tornar o crente igual a Cristo, que deu o exemplo de como reagir santamente em situações de adversidade, Fp 2:5-11. É a perseverança que leva o crente ao céu, 2 Tm 2:12; Mt 10:22.

 

4. DEUS QUER QUE O CRENTE SEJA AGRADECIDO – 1 Ts 5:18.

Dar graças a Deus em tudo, é crer na Sua soberania, onisciência, onipotência e amor. É confiar que todas as circunstâncias haverão de contribuir para o bem daqueles que Ele chamou por Seu decreto. 

 

Que Deus te abençoe.

Por Alaid S. Schimidt

Conselheira do J.E.M.